Economia

'Não podemos nos precipitar', diz Mantega sobre câmbio

Da Redação ·

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou hoje, referindo-se à valorização do real ante o dólar, que é preciso observar se não haverá uma acomodação espontânea das cotações do mercado. Ele lembrou que a valorização do real teve forte influência do ingresso volumoso de dólares em setembro, em virtude da operação de capitalização da Petrobras, que trouxe ao País, segundo ele, US$ 16 bilhões.

continua após publicidade

De acordo com o ministro, já houve diminuição do fluxo cambial em outubro. "Temos que observar. Não vamos nos precipitar. É preciso ver se não ocorre uma acomodação espontânea. Senão tomaremos mais medidas", disse. "Vamos observar", completou o ministro, ao deixar o Ministério da Fazenda.