Economia

Bovespa sobe e atinge o maior patamar desde abril

Da Redação ·

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) teve alta de 1,03%, a 71.674 pontos nesta quarta-feira (13) com investidores animados pela expectativa global de novos estímulos à economia dos Estados Unidos. Esse foi o maior patamar de fechamento desde abril.

continua após publicidade

Além de boas perspectivas nos Estados Unidos, o início otimista da temporada de resultados corporativos no país e a divulgação de dados apontando atividade mais robusta da China favoreceram as compras de ações hoje.

continua após publicidade

Internamente, o setor de construção foi um dos mais beneficiados pelo otimismo dos investidores, com alta de 6,74% da Rossi, a R$ 18,05, ganho de 6,47% da MRV, a R$ 18,10, e valorização de 2,62% nas ações da incorporadora PDG Realty, a R$ 21,90.

continua após publicidade

O setor aéreo também mostrou força, com alta de 5,96% da TAM, a R$ 40,56, e de 4,89% da Gol, a R$ 29,80. Analistas destacaram o efeito da queda do dólar sobre os custos das empresas.

Além disso, a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) divulgou alta de 29,9% da demanda doméstica em setembro, com taxa de ocupação de 73,38%.

continua após publicidade

Na ponta negativa, as ações da Embraer caíram 4,15%, a R$ 11,56, após a empresa mostrar queda das entregas no terceiro trimestre a 44 aviões.

continua após publicidade

Entre as ações com maior peso no Ibovespa, Petrobras PN (preferencial, dá direito a um percentual fixo nos lucros da empresa) caiu 0,54%, a R$ 25,71. Vale PNA (mesmo que preferencial) subiu 0,51%, a R$ 47,64.

continua após publicidade

No mercado de câmbio, o dólar caiu 0,66% e vale R$1,665.

Novo horário

A partir da próxima segunda-feira (18), a Bovespa passa a operar das 11h às 18h, devido ao novo horário de verão brasileiro, que entra em vigor no domingo (17).