Economia

Consumo de brasileiros na Argentina cresce 214%

Da Redação ·

O famoso "deme dos" que nos anos 90 - tempos da conversibilidade econômica da paridade um a um entre o peso e o dólar - os argentinos pronunciavam em todo o continente, desde Búzios até Miami, agora tem uma versão em português, o "me dê dois". A frase está sendo aplicada intensamente em Buenos Aires, cidade que, por seu look europeu, jantares embalados com suculentas carnes e regados com vinho, e - especialmente - seus produtos baratos, tornou-se um ímã para os turistas brasileiros.

continua após publicidade

Segundo dados da Global Blue, empresa que tem a concessão da devolução do Imposto de Valor Agregado (IVA) das compras feitas pelos turistas estrangeiros na Argentina, os brasileiros estão consumindo de forma crescente em Buenos Aires. Os dados da empresa indicam que em setembro os brasileiros compraram 214% a mais do que no mesmo mês do ano passado.

continua após publicidade

Do total de compras feitas no país por estrangeiros que usam o sistema de devolução, os brasileiros são responsáveis por 45%. Neste caso, os produtos Made in Argentina mais procurados são as roupas de couro, equivalentes a 23% das compras; roupas para mulheres, 16%; e calçados, 11%. As roupas masculinas ficam em quarto lugar, com 9%. Vinhos e chocolates têm 5% das compras.

continua após publicidade

Segundo o Instituto Nacional de Promoção Turística (Inprotur), os turistas brasileiros são os que mais gastam na Argentina (em média, por dia, US$ 148,90). Do total de turistas brasileiros, 30,5% hospedam-se em hotéis de uma, duas e três estrelas. Outros 54,3% hospedam-se em hotéis de quatro e cinco estrelas. E outros 7,9% ficam na casa de amigos e parentes.

O ministro do Turismo, Enrique Meyer, anunciou que em 2010 o país receberá um milhão de turistas brasileiros, marca que constituirá um recorde histórico. Em 2009 um total de 500 mil brasileiros visitaram o país. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.