Economia

Vendas de embalagens voltam a crescer em setembro

Da Redação ·

As vendas de papelão ondulado da indústria brasileira atingiram 215,551 mil toneladas em setembro, segundo dados preliminares divulgados hoje pela Associação Brasileira do Papelão Ondulado (ABPO). O resultado representa uma expansão de 0,89% em relação a agosto, encerrando assim trajetória de três quedas consecutivas na comparação mensal. As vendas de papelão são vistas como um termômetro da atividade econômica por movimentar o setor de embalagens que atende a produção da indústria.

continua após publicidade

Em relação a setembro do ano passado, o indicador apresentou alta de 4,80%. Apesar de positivo, o resultado nesta base comparativa não é tão favorável, já que a variação do mês passado foi a menor de 2010. Até então, a menor alta registrada neste ano ocorrera em agosto, quando o crescimento sobre o mesmo mês de 2009 foi de 10,19%.

continua após publicidade

Apesar da desaceleração do indicador, o número de setembro ficou dentro do esperado. Em entrevista à Agência Estado, em meados de setembro, o presidente da ABPO, Ricardo Trombini, havia afirmado que as vendas de em setembro ficariam entre 215 mil e 218 mil toneladas.

As vendas de papelão no acumulado de janeiro a setembro totalizaram 1,902 milhão de toneladas, expansão de 15,62% em relação a igual intervalo do ano passado. A média mensal de vendas neste ano é de 211,427 mil toneladas, ante 189,489 mil toneladas de 2009.