Economia

Encomendas à indústria sobem 0,1% em julho nos EUA

Da Redação ·

As encomendas à indústria dos Estados Unidos subiram levemente em julho, puxadas principalmente pelo avanço nos segmentos de aeronaves e outros produtos de transportes. As novas encomendas de bens manufaturados cresceram 0,1%, para US$ 409,48 bilhões, segundo informou hoje o Departamento do Comércio norte-americano.

continua após publicidade

O dado marcou o primeiro aumento após duas quedas seguidas. Em junho, as novas encomendas de bens manufaturados caíram 0,6% em dado revisado - menos que o declínio de 1,2% calculado anteriormente. Economistas esperavam que as encomendas subisse 0,2% em julho.

continua após publicidade

A alta nas encomendas foi limitada pela queda nos pedidos de máquinas, que diminuíram 13,6% em relação a junho, e de computadores, que recuaram 18,2%. Excluindo transportes, as encomendas de bens manufaturados caíram 1,5% em julho, o quarto mês seguido de baixa. Esse foi o maior declínio desde março do ano passado. Já as encomendas excluindo o setor de defesa aumentaram 0,2% em julho.

Os pedidos de bens de capital (máquinas e equipamentos) não ligados à defesa excluindo aeronaves - um medidor dos investimentos das empresas - caíram 7,2% em julho ante junho. As encomendas de bens de capital de defesa recuaram 2,5%, enquanto as de bens de capital não ligados à defesa diminuíram 2,0%. De acordo com o Departamento do Comércio, os estoques das empresas subiram 1,0% em julho, mais do que a alta de 0,1% registrada em junho. Já os embarques aumentaram 1,1%, após o recuo de 0,5% em junho, enquanto as encomendas não atendidas caíram 0,1%. As informações são da Dow Jones.