Economia

Inflação do aluguel acelera com ferro e alimentos no mês

Da Redação ·

O IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), que é usado no reajuste de contratos de aluguel, teve alta de 0,55% na segunda leitura prévia de agosto, muito acima da leve variação positiva de 0,03% vista um mês antes. Os preços do minério de ferro, da soja e do milho afetaram o resultado, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pela FGV (Fundação Getulio Vargas).

continua após publicidade

A segunda prévia do IGP-M compreende o intervalo entre os dias 21 do mês anterior e 10 do mês de referência.

continua após publicidade

Os preços de matérias-primas brutas subiram 3,47%, contra alta bem menor, de 0,21%, um mês antes. Os itens que mais influenciaram esse resultado foram: minério de ferro (-0,73% para 14,81%), soja em grão (2,19% para 8,64%) e milho em grão (-2,66% para 0,01%). Já os preços de cana-de-açúcar (0,61% para -1,64%), café em grão (6,03% para 0,94%) e algodão em caroço (6,10% para -2,28%) subiram.

continua após publicidade

O IPC (Índice de Preços ao Consumidor) teve queda de 0,28% na leitura de agosto, maior que a de 0,18% vista um mês antes. O destaque foi o grupo alimentação (-0,88% para -1,33%), em particular nos itens: frutas (1,52% para -3,26%), hortaliças e legumes (-6,39% para -9,20%) e arroz e feijão (-0,40% para -2,06%).

Também caíram os preços nos grupos vestuário (-0,03% para -1,08%), saúde e cuidados pessoais (0,39% para 0,31%) e despesas diversas (0,60% para 0,53%), com destaque para os itens: roupas (-0,04% para -1,45%), artigos de higiene e cuidado pessoal (0,64% para -0,01%) e cigarro (2,17% para 0,90%).

continua após publicidade

Já os preços nos grupos transportes (-0,15% para 0,32%), educação, leitura e recreação (-0,09% para 0,03%) e habitação (0,12% para 0,17%) subiram, com destaque para os itens: álcool combustível (-2,69% para 5,78%), passagem aérea (-5,18% para -1,52%) e móveis para residência (0,23% para 0,93%).