Economia

Trigo perde quase 20% da área plantada 

Da Redação ·
trigo perdeu espaço na lavoura deste ano. Foto: Ivan Maldonado
trigo perdeu espaço na lavoura deste ano. Foto: Ivan Maldonado

Principal cultura de inverno na região, o trigo perdeu espaço na lavoura deste ano. Seduzidos pelos bons preços do milho, produtores resolveram apostar suas fichas nesta cultura. Com isso, houve uma queda de quase 20% na área de trigo plantada neste ano, em comparação com o ano passado. Porém, os produtores que se mantiveram fiéis ao cereal não têm do que reclamar por enquanto: as lavouras apresentam bom desenvolvimento e os preços estão favoráveis ao agricultor. 

continua após publicidade

De acordo com o Departamento de Economia Rural (Deral) de Apucarana, a área estimada de trigo plantada na safra 2016 na região é de 70 mil hectares. Essa área é cerca de 19% menor do que na safra 2015, quando foram plantados quase 86, 5 mil hectares. Segundo o técnico do Deral, Adriano Nunomura, essa diminuição de área aconteceu porque os preços do milho estavam atrativos na época de plantio. 

“O milho estava mais atrativo, mas o trigo atualmente está apresentando também uma boa lucratividade. Hoje, a saca de trigo está custando R$ 45,50 em Apucarana, acima do que em anos anteriores”, diz. 

continua após publicidade

“O plantio foi finalizado nesta semana, apresentando um bom desenvolvimento inicial. O produtor torce para que não ocorra nenhuma geada nos próximos meses, os mais críticos para a cultura, que estará nas fases de florescimento e frutificação. O produtor também está atento às chuvas, que podem trazer doenças”, destaca Adriano.

IVAIPORÃ - Estimativas do Deral de Ivaiporã apontam para uma pequena queda na área plantada com o trigo em relação ao ano passado, nos 22 municípios que fazem parte da área de abrangência da regional da Seab. Se em 2015, os produtores semearam 137,6 mil hectares, neste ano a estimativa é de 133,8 mil hectares, queda de 2,8%. De acordo com agrônomo do Deral, Sergio Carlos Empinotti, o bom preço do milho pesou. A cotação do grão estava em R$ 33,90 a saca, na época do plantio. 

“No ano passado, no mesmo período, o mercado comprava milho safrinha por R$ 18”, lembra. Em 2015, as chuvas também atrapalharam a colheita do trigo, havendo queda na produção e na qualidade, o que também influenciou os agricultores na maior aposta pelo milho. Ele diz que o trigo está sendo beneficiado com a temperatura mais baixa e boas precipitações.

continua após publicidade

“Porém, os produtores devem ficar alertas quando o clima esquentar, pois é o período quando começa aparecer doenças”, explica. Marco Antônio Esquiçato, de Ivaiporã, plantou 68 alqueires com o grão. Apesar dos bons preços, ele diz que o lucro será pequeno. 

“Cobre o custo, mas sobra muito pouco, já que os insumos subiram muito desde a última safra”, assinala.  O agricultor de Jardim Alegre, José Marques Ferreira, que semeou 13 alqueires de trigo espera por uma boa produção para poder cobrir o prejuízo da última safra de soja. “Tinha previsão de colher 2,2 mil sacas de soja e colhi 900 sacas. Espero pelo menos amenizar os prejuízos, já que o preço do trigo está bem melhor que no ano passado”, completa Ferreira.