Economia

Lucro da Embraer cai quase 80% no segundo trimestre

Da Redação ·
 Embraer teve faturamento líquido de R$ 2,44 bilhões, queda de quase 20% ante igual intervalo de 2009
fonte: Econômico
Embraer teve faturamento líquido de R$ 2,44 bilhões, queda de quase 20% ante igual intervalo de 2009

A Embraer teve queda de 78,6% no lucro do segundo trimestre na comparação com o mesmo período de 2009. O lucro líquido da empresa foi de R$ 101,7 milhões de abril a junho, contra R$ 475,3 milhões um ano antes, pelo padrão de contabilidade internacional (IFRS, na sigla em inglês). No primeiro trimestre, o lucro foi de R$ 44 milhões.
 

continua após publicidade

Ainda assim, a fabricante de aviões revisou sua projeção de receita em 2010 para US$ 5,25 bilhões, contra estimativa anterior de US$ 5 bilhões, citando "melhoria gradual do mercado de aviação comercial".
 

No trimestre encerrado em junho, a Embraer teve faturamento líquido de R$ 2,44 bilhões, queda de quase 20% ante igual intervalo de 2009, mas avanço de 36,5% sobre o primeiro trimestre deste ano.
 

continua após publicidade

Analistas já previam queda na receita em relação aos três meses até junho de 2009, apesar da expansão das entregas de 56 aeronaves no segundo trimestre do ano passado para 69 aviões em igual período de 2010, devido à mudança na composição das entregas, com mais jatos executivos de menor valor unitário despachados a clientes neste ano.
 

A Embraer destacou, no demonstrativo do resultado divulgado nesta segunda-feira, que espera ter um mix de produtos e receitas diferentes na segunda metade do ano, com mais entregas de modelos de aeronaves que "ainda não têm seus processos de fabricação maduros, em particular o Phenom 300 e o Legacy 650", ambos jatos executivos.

Encomendas

Após mais de dois anos sem grandes encomendas na aviação comercial, em meio à crise econômica e de crédito global entre 2008 e 2009, a Embraer anunciou no fim de julho pedidos firmes e opções, além de cartas de intenções, para vendas a companhias aéreas que podem alcançar US$ 7 bilhões.
 

continua após publicidade

A fabricante também fez acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB) para futura compra, pelo governo, de 28 cargueiros KC-390 em desenvolvimento pela Embraer. O valor do negócio não foi revelado, mas pode rondar os US$ 2 bilhões.
 

A Embraer encerrou junho com carteira firme de pedidos de US$ 15,2 bilhões, equivalente a cerca de três anos de receita.