Economia

Beto Richa entrega licença ambiental para a Ambev

Da Redação ·
O governador do Paraná, Beto Richa, acompanhado pelo deputado estadual Alexandre Guimarães, prefeito de Campo Largo, Affonso Portugal Guimarães, diretor da Ambev, Mauricio Soufen e demais autoridades, entrega licença ambiental de instalação do novo centro de distribuição direta da Ambev em Campo Largo. Curitiba, 09/12/2015Foto: Orlando Kissner / ANPr
O governador do Paraná, Beto Richa, acompanhado pelo deputado estadual Alexandre Guimarães, prefeito de Campo Largo, Affonso Portugal Guimarães, diretor da Ambev, Mauricio Soufen e demais autoridades, entrega licença ambiental de instalação do novo centro de distribuição direta da Ambev em Campo Largo. Curitiba, 09/12/2015Foto: Orlando Kissner / ANPr

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), entregou nesta quarta-feira (09), no Palácio Iguaçu, em Curitiba, a licença ambiental para a construção de um novo Centro de Distribuição Direta da Ambev, que será implantado na BR- 277, município de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. O documento foi emitido pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e permite o início imediato das obras do empreendimento. 

O centro de distribuição receberá investimento de R$ 60 milhões, terá cerca de 65 mil metros quadrados de área construída e vai criar 500 empregos diretos e indiretos. Mauricio Soufen, diretor técnico da Ambev, recebeu das mãos do governador a licença ambiental.

“A emissão desse licenciamento é muito importante para que a Ambev inicie esse grande investimento, que irá gerar riquezas e oportunidades em Campo Largo”, disse o governador. Richa afirmou que, hoje, o Paraná dá atenção especial para o desenvolvimento econômico sustentável do Estado e destacou o trabalho do governo para agilizar a emissão dos licenciamentos ambientais.

“Fazemos uma gestão eficiente, que atua de forma ágil para atender os anseios da população. O Paraná é um estado competitivo que desperta o interesse de muitas empresas interessadas em investir aqui”, disse ele, ressaltando que o interesse é resultado dos investimentos em infraestrutura, incentivos fiscais, o diálogo do governo com o setor produtivo e a segurança jurídica garantida aos empreendedores. \

continua após publicidade

O governador do Paraná, Beto Richa, e Affonso Portugal Guimarães, 
diretor da Ambev, Foto: Orlando Kissner / ANPr

continua após publicidade



CONFIANÇA
- Mauricio Soufen reconheceu o trabalho do IAP e destacou a confiança da empresa no governo paranaense. “Hoje investimos muito no Paraná porque acreditamos no Estado”, afirmou. Ele explicou que a obra será iniciada imediatamente e que deverá ser inaugurada no final de 2016. “Será uma unidade construída com moderna tecnologia. Afinal, a região de Curitiba é estratégia para o grupo”, afirmou.

O local irá receber, armazenar e distribuir produtos da fábrica para doze municípios da região da capital. No local também serão realizadas atividades, como manutenção simples de caminhões, motocicletas, empilhadeiras, higienização e manutenção de chopeiras, post-mix e refrigeradores. Para iniciar as atividades no local, a empresa deverá cumprir as condicionantes impostas na licença de instalação e obter a licença de operação junto ao órgão ambiental.

Para o prefeito de Campo Largo, Affonso Guimarães, a instalação do novo centro vai movimentar a economia municipal, gerando renda e empregos. “Um importante investimento que torna Campo Largo mais competitiva e desenvolvida”, disse. Ele agradeceu o apoio do governo estadual em obras para o município. “Hoje a nossa cidade tem muitas obras graças ao apoio do Estado. A qualidade da infraestrutura tem sido fundamental para atração de empresas”, afirmou ele. 

SUSTENTÁVEL - O presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto, explicou que para emissão da licença ambiental foi feito um criterioso estudo para avaliar os impactos ao meio ambiente. “Temos uma grande preocupação para que os novos empreendimentos não gerem danos ambientais. Com responsabilidade, estamos avançando na emissão das licenças e garantindo o desenvolvimento econômico e sustentável do Paraná’, disse ele. 

Com os investimentos realizados no instituto, atualmente o governo atende 40 mil pedidos de licenciamento ambiental por ano. Em 2010, eram apenas 18 mil atendimentos.

EMPREGOS – Ao todo, o novo centro vai empregar 100 funcionários diretos e 400 indiretos, como motoristas de caminhões e ajudantes. O novo empreendimento deverá substituir o centro logístico do bairro Rebouças em Curitiba, atendendo as modernizações necessárias para melhorar a qualidade do serviço e a produção. 

O diretor técnico da Ambev afirmou que a mudança das instalações não trará prejuízos para os atuais empregados. “Valorizamos a expertise dos nossos colaboradores e nosso objetivo é mantê-los na nova unidade”, afirmou. 

APOIO DO ESTADO – Além da construção do centro de distribuição, a Ambev já implantou uma nova cervejaria em Ponta Grossa, com investimento de R$ 825 milhões. A unidade, que já está em operação e emprega 380 pessoas diretamente, foi apoiada pelo programa do governo estadual Paraná Competivo, que garante incentivos fiscais para atração de investimentos ao Paraná.

“Em cinco anos, foram mais de R$ 40 bilhões em novos investimentos, com a geração de milhares de empregos”, disse o governador.

O deputado estadual Alexandre Guimarães também participou da solenidade de entrega da licença ambiental.

Fonte: Agência Estadual de Notícias