Economia

Preocupações fiscais guiam dólar ao maior valor histórico, acima de R$ 4

Da Redação ·
Preocupações fiscais guiam dólar ao maior valor histórico, acima de R$ 4 - Foto: Arquivo
Preocupações fiscais guiam dólar ao maior valor histórico, acima de R$ 4 - Foto: Arquivo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O dólar atingiu nesta terça-feira (22) seu maior valor histórico em relação ao real com o mercado cético de que o governo terá êxito nas aprovações de novas medidas fiscais, necessárias para evitar que o país tenha sua nota de crédito cortada por agências internacionais de classificação de risco.

Às 11h05 (de Brasília), o dólar à vista, referência no mercado financeiro, tinha valorização de R$ 1,48%, para R$ 4,050 na venda. É o maior patamar da história, superando o recorde atingido na véspera de R$ 3,991. Já o dólar comercial, utilizado em transações de comércio exterior, avançava 1,73%, para R$ 4,051 -também o maior valor histórico, por ora, considerando cotações de fechamento.

É preciso considerar, no entanto, que o cenário econômico entre 1994, quando o Plano Real foi criado, e 2015 mudou drasticamente. O valor de R$ 4 naquela época, por exemplo, hoje valeria cerca de R$ 12,75, após correção inflacionária.

Na Bolsa, o principal índice da BM&FBovespa operava no vermelho. O Ibovespa recuava 0,53%, para 46.342 pontos. O volume financeiro girava em torno de R$ 1 bilhão. Além do cenário interno, a expectativa de aumento de juros nos Estados Unidos ainda em 2015, o que retiraria investimentos de países emergentes, como o Brasil, ampliava o clima de aversão ao risco.

Entre as 24 principais moedas emergentes do mundo, 23 desvalorizavam-se em relação ao dólar às 11h05. O dólar de Hong Kong se mantinha estável frente a moeda norte-americana.

continua após publicidade