Economia

Banco Central Europeu mantém juros em 1% ao ano

Da Redação ·
 Decisão era esperada pelos economistas e previsão é de alta apenas no início de 2011
fonte: googleimagens.com
Decisão era esperada pelos economistas e previsão é de alta apenas no início de 2011

O BCE (Banco Central Europeu), autoridade monetária dos 16 países europeus que utilizam a moeda comum, manteve sua taxa básica de juros na mínima recorde de 1% pelo 11º mês consecutivo nesta quinta-feira (8).

continua após publicidade

A decisão já era esperada pelos 82 economistas ouvidos em uma pesquisa recente da Reuters. As previsões são também de que o BCE só volte a aumentar a taxa no início de 2011.

continua após publicidade

No mês passado o banco manteve a projeção de crescimento na região para 2010 em em 0,8% (o BCE atualiza a cada trimestre as projeções de crescimento e inflação para a zona do euro).

continua após publicidade

Quanto à inflação, o BCE espera uma alta de 1,2% nos preços ao consumidor em 2010 (contra 1,3% antes) e de 1,5% em 2011 (contra 1,4%). O banco deixou inalterada hoje sua principal taxa de juros, mantendo-a em 1%, tal como previa o mercado. A taxa está no atual nível historicamente baixo desde maio passado.

A taxa básica de juros é a referência para os juros praticados pelas instituições financeiras. Com os juros baixos, empréstimos e financiamentos se tornam mais baratos para empresas e consumidores - o instrumento, por isso, é utilizados pelas autoridades monetárias como forma de estimular a economia.

continua após publicidade

Fazem parte da zona do euro atualmente: Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Malta e Portugal. A UE (União Europeia) ainda inclui: Bulgária, Dinamarca, Reino Unido, República Tcheca, Suécia, Polônia, Hungria, Romênia, Estônia, Lituânia e Letônia.