Economia

​Bolsa volta aos 52 mil pontos, maior número em 4 meses; Petrobras salta 5%

Da Redação ·
As seis principais Bolsas de Valores da Europa fecharam em alta nesta quinta-feira. O MERCADO DE AÇÕES da Inglaterra avançou 0,54% - Foto: Divulgação
As seis principais Bolsas de Valores da Europa fecharam em alta nesta quinta-feira. O MERCADO DE AÇÕES da Inglaterra avançou 0,54% - Foto: Divulgação

As ações da Petrobras saltaram mais de 5% e puxaram a alta do Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, nesta quarta-feira (1º). O índice subiu 2,29%, a 52.321,76 pontos. É o maior valor de fechamento em mais de quatro meses, desde 28 de novembro do ano passado, quando a Bolsa encerrou a 54.664,36 pontos. 

continua após publicidade

Na véspera, a Bolsa havia caído 0,18% e encerrado março com queda acumulada de 0,84%.

Os papéis ordinários da Petrobras (PETR3), com direito a voto, subiram 5,22%, a R$ 10,08. Os preferenciais (PETR4), com prioridade na distribuição de dividendos, avançaram 4,93%, a R$ 10,21.

continua após publicidade

A alta foi influenciada por expectativas sobre a divulgação do balanço. A presidente Dilma Rousseff disse na véspera que a Petrobras vai publicar seu balanço auditado neste mês e começar a reconstruir condições para voltar ao mercado de capitais.

Dólar cai

0,58%, a R$ 3,173 No mercado de câmbio, o dólar comercial começou o mês com queda de 0,58%, a R$ 3,173 na venda.

continua após publicidade

Foi o primeiro dia sem venda de dólares no mercado futuro pelo Banco Central, como já anunciado.

Na véspera, a moeda norte-americana havia caído 1,26% e encerrado março com alta acumulada de 11,73%.

Bolsas internacionais

continua após publicidade

As seis principais Bolsas de Valores da Europa fecharam em alta nesta quinta-feira. O MERCADO DE AÇÕES da Inglaterra avançou 0,54%, o da Alemanha subiu 0,29%, e o da França ganhou 0,57%. A Bolsa da Itália teve aumento de 0,87%, a da Espanha registrou alta de 0,42%, e a de Portugal subiu 0,77%. 

Na Ásia e no Pacífico, as Bolsas de Valores fecharam se uma tendência definida. O MERCADO DE AÇÕES de Xangai, na China, subiu 1,66%, e o de Hong Kong ganhou 0,73%.

Confira matéria completa AQUI