Economia

Cidades que mais criaram vagas na indústria estão no Sul e no Nordeste

Da Redação ·
Foto: arquivo
Foto: arquivo

PORTO ALEGRE, RS - Cidades do interior localizadas nas regiões Sul ou Nordeste são maioria na lista dos municípios que mais criaram empregos na indústria brasileira ao longo de 2014. 

continua após publicidade

No ranking das 30 com melhor saldo de geração de vagas formais no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho, 11 são do Paraná ou Santa Catarina, sete do Nordeste e seis do Sudeste. Apenas duas são capitais: Recife e Palmas (TO). 

Entre as cinco que mais geraram vagas, há cidades que se beneficiaram de projetos ligados ao governo, como na área do petróleo. O cálculo leva em conta apenas a indústria da transformação, que exclui a extrativa mineral e a construção civil.

continua após publicidade

Duas cidades de perfil parecido em Pernambuco estão nos dois extremos do ranking: Goiana, na região metropolitana, foi a campeã em geração de vagas na indústria, com 2.400 novos postos. 

A apenas 100 km dali, Ipojuca teve um dos piores saldos do país em postos de trabalho: perdeu 5.400 vagas. O município de 90 mil habitantes abriga parte do complexo industrial de Suape e da refinaria Abreu e Lima. 

Em Goiana, pesaram para o resultado a chegada de uma fábrica do grupo Fiat e um polo farmacoquímico liderado pela estatal Hemobrás. 

continua após publicidade

Outras das líderes, como Aracruz (ES), Itajaí (SC) e Angra dos Reis (RJ), cresceram sob influência da produção naval para a Petrobras. 

Já o setor de alimentos, uma das poucas áreas industriais a ampliar o volume de postos de trabalho no ano, pode ter ajudado municípios do Sul. Cidades com força nesse segmento, como a catarinense Chapecó e a paranaense Cascavel, estão entre as que tiveram melhores saldos do país. 


MAIS CORTES 

continua após publicidade

As localidades em que vagas foram eliminadas tiveram perdas superiores aos ganhos obtidos por quem conseguiu ampliar o número de postos de trabalhos. 

Na parte de baixo do ranking, várias das cidades que mais perderam vagas na indústria têm tradição no setor de materiais de transporte. Esse setor específico foi o que mais eliminou postos de trabalhos da indústria do país em 2014: queda de 6,7%. 

Entre os municípios com saldos mais negativos, estão a gaúcha Caxias do Sul, conhecida pela produção de implementos rodoviários, Manaus, que abriga fábricas de motos na Zona Franca, e São Bernardo do Campo (SP). 

Na lista das 30 com piores saldos de empregos na indústria em 2014, a maioria fica no estado de São Paulo. 

No saldo geral, o Brasil gerou 397 mil vagas a mais de trabalho em 2014, puxado sobretudo pelo setor de serviços. Ainda assim, foi o pior desempenho desde 2002, quando iniciou a série histórica.