Economia

Fipe: preços dos alimentos voltarão a subir em julho

Da Redação ·

O coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), Antonio Evaldo Comune, disse hoje que o grupo alimentação voltará a registrar variação positiva de preços a partir da terceira quadrissemana de julho. O economista projeta que os preços desse grupo ainda cairão 0,60% na primeira prévia deste mês e outros 0,02% na leitura seguinte. "A fase do efeito base de comparação está esgotada", disse. O IPC mede a variação de preços na cidade de São Paulo.

continua após publicidade

Em junho, o grupo alimentação caiu 1,05%, refletindo o efeito do forte aumento registrado nos primeiros meses deste ano. "Os preços dos alimentos estavam excepcionalmente altos até abril e agora estão excepcionalmente baixos", explicou Comune. Para julho, Comune estima que o IPC feche em alta de 0,30%. Essa projeção já inclui o possível reajuste dos preços de uma importante marca de cigarros. "Neste mês, a maior incógnita é o cigarro", disse. Segundo ele, se o reajuste não ocorrer, o IPC deve ficar em 0,26% neste mês.

continua após publicidade

O economista reduziu ainda sua estimativa para o IPC em 2010, de 5,20% para uma taxa em torno de 5%. "Eu diria que algo entre 4,8% e 5,2% é um intervalo excelente de previsão para o ano", afirmou. Em junho, o IPC da Fipe apresentou variação positiva de 0,04%, o menor fechamento mensal desde a queda de 0,31% registrada em junho de 2006.