Economia

​'Tributação aqui é anormal', afirma secretário da Fazenda do Paraná

Da Redação ·
Novas taxas para os financiamentos habitacionais foram anunciadas pela CEF  - Reprodução
Novas taxas para os financiamentos habitacionais foram anunciadas pela CEF - Reprodução

O novo secretário da Fazenda do Paraná, Mauro Ricardo Costa, que ainda não assumiu o cargo, contudo, já comanda mudanças na gestão pública defendeu as medidas encaminhadas para a Assembleia Legislativa que geram aumento de impostos e tributos no estado. As informações são do G1.

continua após publicidade

Costa criticou a atual política tributária e a relacionou com o desiquilíbrio financeiro do Executivo. “A tributação aqui estabelecida é anormal. Não existe isso em outras unidades da federação. Se fosse bom, os outros já teriam feito (...). Isso é algo perverso”, disse. Ele citou ainda o baixo índice de investimentos no estado.

Em um orçamento de R$ 50 bilhões, apenas R$ 1 bilhão foi investido. Costa afirma que a intenção é quintuplicar os investimentos.

continua após publicidade

Atualmente, Costa é secretário da Fazenda do município de Salvador (BA). Ele também foi secretário de Finanças de José Serra no Governo de São Paulo e na prefeitura da capital paulista. Eles assume o cargo no Paraná em 1º de janeiro.

Confira matéria completa AQUI