Economia

Mercado financeiro eleva projeção da taxa de juros para 12,50% 

Da Redação ·
Novas taxas para os financiamentos habitacionais foram anunciadas pela CEF  - Reprodução
Novas taxas para os financiamentos habitacionais foram anunciadas pela CEF - Reprodução

SÃO PAULO, SP - Analistas e investidores consultados pelo Banco Central (BC) elevaram a projeção de fechamento da Selic, taxa básica de juros da economia, para o ano de 2015. A estimativa subiu de 12% para 12,5% ao ano. A informação está no boletim Focus, consulta semanal feita com mais de 100 instituições financeiras, divulgada nesta segunda-feira (8). As informações são da Agência Brasil.
Na última reunião do ano, o Copom (Comitê de Política Monetária) elevou a taxa Selic em 0,5 ponto percentual, para 11,75% ao ano.

O Focus, que trabalha com dados coletados na semana anterior, também reduziu a previsão de fechamento da inflação medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) para 2014. De 6,43%, a estimativa foi para 6,38%. A projeção de crescimento para o PIB (Produto Interno Bruto) foi reduzida de 0,19% para 0,18%.

O mercado também elevou a previsão de déficit em conta corrente, indicador que mede o desequilíbrio das contas externas, de US$ 83 bilhões para US$ 84,23 bilhões este ano. O saldo negativo representa a diferença entre as compras e vendas de mercadorias e serviços entre o Brasil e o exterior, conhecidas como transações correntes. A projeção de queda na produção industrial em 2014 aumentou de 2,26% para 2,5%.

Para a balança comercial, analistas e investidores mantiveram projeção de saldo zero este ano. Permanece, ainda, a expectativa de fechamento do dólar em R$ 2,55. Os investimentos estrangeiros diretos (IED) estimados deverão permanecer em US$ 60 bilhões. Os preços administrados, regulados pelo governo, deverão ser reajustados em 5,3%.

continua após publicidade