Economia

Lojas virtuais ficaram com congestionamento devido ao Black Friday

Da Redação ·
Foto: arquivo
Foto: arquivo

SÃO PAULO, SP - Muitas lojas on-line começaram a disponibilizar suas ofertas desta edição da Black Friday, festival de descontos realizado pelo comércio, ainda no fim da noite de quinta-feira (27), possibilitando as compras durante a madrugada.

continua após publicidade

Segundo pesquisa realizada pela plataforma PiniOn, 68% das pessoas que entraram ou pretendiam visitar os sites participantes da Black Friday entre a meia-noite e às 6h optaram por fazê-lo nesse horário pela disponibilidade maior de produtos ou para evitar problemas de navegação nas lojas on-line.

Dos 120 consumidores consultados pelo PiniOn, 86% já havia participado das edições anteriores do festival também durante a madrugada.
Ainda assim, de acordo com outra pesquisa feita durante o período, o PiniOn coletou relatos de pessoas que não conseguiam acessar os sites de maneira adequada devido ao grande número de acessos.

continua após publicidade

De acordo com o site Reclame Aqui, que reúne e divulga queixas de consumidores contra empresas, mais de 2.000 reclamações referentes à Black Friday foram feitas desde o início do festival.

"Durante a madrugada, muitos sites ficaram fora do ar devido ao grande número de acessos, mas desde o amanhecer são problemas relacionados a preço e condições de pagamento e entrega que concentram a maioria das reclamações", diz a companhia, em nota.

Os produtos mais buscados pelos clientes da madrugada, segundo o PiniOn, eram celulares e tablets (30%), seguidos de eletrodomésticos (28%), livros (23%) e eletroportáteis (22%).