Economia

Emprego na construção deve cair em 2015, mesmo com projetos

Da Redação ·
O emprego na construção deve cair 2%, e a produção e comércio de insumos deve cair 1,5%, também segundo projeções do Sinduscon - Foto: Delair Garcia
O emprego na construção deve cair 2%, e a produção e comércio de insumos deve cair 1,5%, também segundo projeções do Sinduscon - Foto: Delair Garcia

O setor de construção não deve crescer, e o emprego no setor deve se reduzir em 2015, de acordo com afirmação de José Romeu Ferraz Neto, presidente do Sinduscon (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo). As informações são do UOL.

continua após publicidade

A previsão foi feita a partir de um estudo realizado em parceria com a FGV (Fundação Getúlio Vargas) e apresentado nesta segunda-feira (24).

No balanço dos aspectos positivos e negativos, o sindicato prevê que o setor ficará estagnado em 2015.

continua após publicidade

O emprego na construção deve cair 2%, e a produção e comércio de insumos deve cair 1,5%, também segundo projeções do Sinduscon.

Ao avaliar que o setor não crescerá, o sindicato se refere à riqueza total produzida pela construção, uma espécie de "PIB" de todas as empresas da área (também chamado de valor agregado).

Segundo o estudo, a expectativa é positiva em relação à confiança dos investidores, controle da inflação e crescimento do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, que foi expandido e terá 350 mil unidades no ano que vem.

continua após publicidade

Por outro lado, as perspectivas são negativas em relação ao consumo das famílias e novos investimentos no setor, que só devem se intensificar no segundo semestre.

Confira matéria completa AQUI