Economia

Novo serviço do BC poderá incluir informações sobre cheques e câmbio

Da Redação ·
Foto: arquivo
Foto: arquivo

FLORIANÓPOLIS, SC - O Banco Central estuda incluir informações sobre outros produtos financeiros no Registrato, o serviço lançado na segunda-feira (17) que permite às pessoas físicas o acesso pela internet dados sobre dívidas e contas bancárias.

continua após publicidade

Neste início, estarão disponíveis dados de dois sistemas administrados pelo BC. O primeiro são as informações cadastrais nos bancos. O segundo é o sistema de informações de crédito SCR, que reúne dados sobre dívidas acima de R$ 1.000, incluindo as no cartão.

Fernando Dutra, chefe do Departamento de Atendimento Institucional do BC, afirmou que há demanda em relação a informações do cadastro de cheques sem fundo e operações de câmbio, por exemplo. Ainda não há prazo, no entanto, para que ela seja atendida.

continua após publicidade

"O Registrato é o caminho no qual podemos disponibilizar outros dados", afirmou. "Teremos, ao longo do tempo, novas informações além daquelas já disponibilizadas."


COMO USAR?

Para ter acesso ao novo sistema, a pessoa que já tem conta em banco deverá acessar a página do BC e solicitar uma chave de segurança. Depois, ela irá ao site de um dos seus bancos para validar essa autorização.

continua após publicidade

Os bancos têm 30 dias para adaptar seus sistemas a essa mudança, mas a maioria já está com o internet banking preparado. O cadastro deverá ser concluído no site do BC.

Quem não tem conta em banco deve ir presencialmente ao BC fazer o cadastro. Mas, ao contrário do que ocorre hoje, só será necessário ir uma vez (hoje é necessário procurar o BC toda vez em que ele quiser emitir as informações). Quem possui certificação digital pode ir direto ao site do BC.

Os dados são de responsabilidade dos bancos. Em caso de problemas, eles devem ser questionados.