Economia

Comércio deve contratar 138 mil temporários até o fim do ano

Da Redação ·
Foto: Sérgio Rodrigo
Foto: Sérgio Rodrigo

Pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) para mapear o perfil do trabalhador temporário procurado pelo comércio no final do ano revela que o setor deve preencher cerca de 138,9 mil vagas até dezembro. Foram ouvidos 623 empresários em todo país.

continua após publicidade

De acordo com o levantamento, a média de contratações é de quase três (2,98) funcionários por empresa. "As festas de fim de ano costumam movimentar praticamente todos os setores da economia, mas o varejo chama a atenção por concentrar cerca de 66% das vagas temporárias geradas em todo o país neste período", disse a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Por outro lado, a pesquisa mostra 79,4% dos varejistas consultados acreditam que o número de contratações temporárias não deve crescer em 2014, em comparação com 2013. Na avaliação de Kawauti, isso "deixa explícito a baixa confiança do empresariado brasileiro".

continua após publicidade

Além disso, segundo ela, 68,5% dos empresários não pretendem efetivar os temporários depois do vencimento do contrato. "Vale pontuar que para 62,2% dos entrevistados, as contratações devem durar, em média, três meses", informou.

Perfil do temporário

De modo geral, de acordo com a CNDL, 34,3% dos empresários entrevistados procuram profissionais que têm entre 25 e 34 anos, seguidos pela faixa etária de 18 a 24 anos (28,5%).

continua após publicidade

Quanto à qualificação, a maioria dos comerciantes busca funcionários que possuam ensino médio, no mínimo. 75,6% das vagas serão oferecidas para as funções de vendedor de loja e balconista. Em seguida aparecem as oportunidades para caixas 31,8%) e estoquistas e repositores (24,6%), informaram os lojistas.

Confira matéria completa AQUI