Economia

Inflação desacelera a 0,42% em outubro, mas continua acima da meta

Da Redação ·
Foto: Arquivo
Foto: Arquivo

A inflação desacelerou para 0,42% em outubro, mas continua acima do limite máximo da meta do governo em 12 meses, a 6,59%.

continua após publicidade

O governo tem o objetivo de manter a inflação em 4,5% ao ano, com tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo (ou seja, podendo oscilar entre 2,5% e 6,5%).

Em setembro, os preços tinham subido 0,57%, fazendo com que a inflação em 12 meses atingisse 6,75%, o maior valor desde 2011.

continua após publicidade

No acumulado do ano, até agora, a alta dos preços está em 5,05%. No mesmo período do ano passado, a inflação acumulava alta de 4,38%.

Segundo a agência de notícias Reuters, economistas citam o forte aumento nos gastos do governo e o a escassez de mão de obra como fatores importantes para a alta inflação.

O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) é calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e foi divulgado nesta sexta-feira (7).

Confira matéria completa AQUI