Economia

Empresas liberam TV e videogame e reduzem demissões

Da Redação ·
 Esse tipo de iniciativa agrada a funcionários, mas também beneficia as empresas - Foto: Divulgação
Esse tipo de iniciativa agrada a funcionários, mas também beneficia as empresas - Foto: Divulgação

Imagine fazer uma pausa no meio do expediente para jogar videogame com o colega, ir para a mesa de sinuca ou fazer as unhas. Essa é uma realidade em alguns negócios que empregam, na maior parte, jovens de 20 a 30 anos. Esse tipo de iniciativa agrada a funcionários, mas também beneficia as empresas, pois tem reduzido em até 50% os pedidos de demissões, segundo os empresários.

continua após publicidade

A Solve System, empresa de tecnologia da informação em São Paulo, criou uma sala de descanso (que eles chamam de "descompressão") com sofá, televisão, videogame (Xbox 360), biblioteca e duas mesas de pebolim (ou totó). Também são oferecidas sessões de massagem e ginástica laboral grátis para a equipe.

A média de idade dos 115 funcionários é 30 anos, segundo a sócia Andrea Rozetti, 42. De acordo com ela, no último ano apenas três pessoas pediram para sair da empresa. Há cinco anos, as demissões eram 50% maiores. "As mudanças só surtem efeito se a cultura do negócio mudar e passar a valorizar o time", diz.

continua após publicidade

Rozetti afirma que a produtividade da equipe também tem aumentado. Neste ano, ela espera faturar 45% mais do que os R$ 35 milhões de 2013.

Empresa oferece sinuca, fliperama e manicure no meio do expediente

Na paulistana Arizona, produtora de conteúdo digital, trabalham 237 pessoas. A média de idade dos funcionários é 30 anos, segundo o sócio Marcus Hadade, 42. A empresa tem um espaço com mesa de sinuca, videogame (Nintendo Wii e Atari) e fliperama para uso dos empregados.

Há dois meses, a empresa também disponibiliza dez bikes para os funcionários saírem para almoçar ou ir ao banco e também recebe uma manicure uma vez por semana com valores de R$ 10 a R$ 20. Além disso, é possível trabalhar parte da semana em casa e tirar metade do expediente de folga no dia do aniversário.

Confira matéria completa AQUI