Economia

Férias abrirão 15 mil vagas de trabalho temporário

Da Redação ·

As férias escolares de julho se aproximam e podem trazer boas oportunidades de trabalho temporário para os brasileiros que estão à procura de emprego. Pesquisa divulgada pela Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e Trabalho Temporário (Asserttem) mostra que deverão ser criadas no país cerca de 15 mil vagas de trabalho temporário, nos setores de indústria, comércio, lazer e entretenimento. A diretora da Asserttem, Jismália de Oliveira Alves, disse ontem à Agência Brasil que o aumento será de 25% em relação as 12 mil vagas abertas no ano passado. “Eu considero um número muito bom para nós retomarmos o nosso crescimento, que vinha entre 7% e 8% antes da crise econômica (mundial)”. Das 15 mil novas vagas temporárias, 10,5 mil se destinarão à área de lazer e entretenimento e as restantes 4,5 mil para indústria e comércio. A pesquisa da Asserttem registrou o crescimento de vagas para as mulheres. “Nós vamos dominar essas vagas (temporárias), assim como a mulher tem se comportado de maneira muito significativa no mercado de trabalho. O mercado temporário traz para as mulheres a oportunidade de se firmarem cada vez mais como trabalhadoras”, disse.

continua após publicidade

Na área de lazer e entretenimento, a previsão é que as vagas para as mulheres subam 5 pontos porcentuais, evoluindo de 35%, em julho de 2009, para 40% este ano. O mesmo ocorre nos setores de indústria e comércio, cujas vagas para o público feminino subiram de 55% no ano passado para 60% este ano. A diretora observou também a expansão do número de vagas ocupadas por pessoas nas faixas de 40 a 59 anos (de 20% para 23%), e acima de 59 anos (de 5% para 7%). Para Jismália Alves, isso é positivo não só para as pessoas da chamada terceira idade, que têm uma oportunidade de retornar ao mercado de trabalho, como também para o contratante, que “pode levar para o seu ambiente de trabalho pessoas com experiência, que vão agregar o seu conhecimento, sem dúvida nenhuma”. Ela destacou ainda que do total de vagas temporárias que serão abertas em julho em todo o país, entre 23% e 24%, ou o equivalente a 3,4 mil vagas, podem ser ocupadas por jovens em situação de primeiro emprego. A Asserttem estima que 2,4 mil brasileiros poderão ser efetivados após o encerramento do contrato temporário. A maior parte das vagas exige o segundo grau completo.