Economia

Mercado vê economia mais fraca e eleva projeção para inflação de 2014

Da Redação ·
Mercado vê economia mais fraca e eleva projeção para inflação de 2014
fonte: Imagem/reprodução
Mercado vê economia mais fraca e eleva projeção para inflação de 2014

SÃO PAULO, SP - Os analistas mantiveram o "padrão" das últimas semanas e reduziram, pela 17ª vez, a projeção para o crescimento da economia brasileira em 2014.

Agora o mercado reduziu a projeção de alta do PIB para 0,30%, segundo o boletim Focus, do Banco Central, divulgado nesta segunda-feira (22). Na análise anterior, a estimativa era de alta de 0,33%.

As projeções dos analistas para a inflação passaram de 6,29% para 6,30%, abaixo do teto da meta do governo, de 6,5%. A meta para a inflação para este ano é de 4,5%, com margem de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O resultado vem após o IBGE divulgar que o IPCA-15 -a "prévia" da inflação oficial- de setembro veio acima do esperado pelo mercado, marcando o fim do período de queda dos preços dos alimentos, em deflação nos últimos meses. O índice, prévia da inflação oficial do país, subiu 0,39% em setembro, mais do que a variação em agosto (0,14%).

Para o índice acumulado no período de um ano, a expectativa do mercado apontava para 6,57%, mas o índice ficou acima: 6,62%.

No Focus, consta que a inflação esperada para setembro será de 0,42%, em vez de 0,40% como contemplado anteriormente.

JUROS
Os analistas mantiveram a projeção da Selic, a taxa básica de juros, em 11% até o fim deste ano, mas reduziram pela quarta semana consecutiva a projeção ao fim de 2015, de 11,50% para 11,25%.

Há um mês, eles esperavam juro de 12% no encerramento do próximo calendário. 

continua após publicidade