Economia

Emergentes são desafio para exportadores, diz UE

Da Redação ·

Os exportadores da zona do euro saíram-se relativamente bem antes e durante a crise financeira global, mas enfrentam novos desafios nas economias em desenvolvimento, segundo afirmou hoje a Comissão Europeia. Em relatório, a Comissão afirmou que um "reequilíbrio" da demanda global em direção às economias em desenvolvimento da China, da Índia, do Brasil e da Rússia puxará a demanda por produtos em que a zona do euro têm forte posição de competitividade, como máquinas. Mas também vai impulsionar a demanda por bens de consumo de baixo preço, uma área de fragilidade para os produtores europeus.

continua após publicidade

Os produtores da zona do euro também terão de enfrentar maior competição, à medida que companhias de países em desenvolvimento buscam entrar no mercado para bens de valor mais alto, um segmento de força para a indústria da União Europeia (UE). "Apesar de os exportadores da zona do euro terem lidado relativamente bem até agora com o crescente mercado de alguns países emergentes, pressões competitivas podem aumentar substancialmente em alguns setores do mercado onde a zona do euro tradicionalmente mostrava vantagem competitiva". As informações são da Dow Jones.