Economia

Mantega nega que economia esteja superaquecida

Da Redação ·

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, voltou a avaliar hoje que o ritmo de crescimento econômico do Brasil desacelerou. "Não há superaquecimento, temos um aquecimento saudável", afirmou, em rápida entrevista ao deixar a sede do Ministério da Fazenda, em Brasília. Ele destacou que a economia já reduziu o ritmo de expansão verificado no primeiro trimestre de 2010. "No segundo trimestre, já teremos um ritmo bem menor de crescimento, de 1%, 1% e pouco, contra 2,7% no primeiro trimestre", avaliou. O ministro disse que a economia brasileira caminha para um ritmo sustentado de crescimento, em torno de 6% a 6,5% ao ano.

continua após publicidade

O ministro destacou a queda nos preços dos alimentos, que têm puxado para baixo os índices de inflação, conforme o IPCA-15 divulgado hoje. "O índice vem caindo em relação aos meses anteriores, portanto, o que estamos vendo é uma queda dos preços dos alimentos que está puxando a inflação para baixo, o que já era esperado", disse o ministro, em rápida entrevista ao deixar o Ministério da Fazenda. "Não é nenhuma novidade que tenhamos superado o choque de oferta de alimentos por causa das chuvas de início do ano", completou.