Economia

Maioria das bolsas europeias tem leve alta

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Maioria das bolsas europeias tem leve alta
fonte: Foto: arquivo
Maioria das bolsas europeias tem leve alta

A expectativa em torno de novas medidas de estímulo à zona do euro sustentou a maior parte das bolsas da Europa em campo ligeiramente positivo, mas o clima entre os investidores é de cautela, diante do aumento das tensões com a crise na Ucrânia.

Às vésperas da reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE), na quinta-feira, o mercado avalia mais um indicador que reforça a percepção de fraqueza da economia da região. O índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) da zona do euro caiu 1,1% em julho frente ao mesmo mês do ano anterior e 0,1% na comparação com junho, alimentando os temores de deflação. Preços persistentemente baixos inibem os investimentos das empresas e o emprego, dificultando a recuperação da economia.

Outro fator que está no radar dos investidores é a provável ampliação das sanções à Rússia, que é o terceiro maior parceiro comercial da União Europeia e um dos principais fornecedores de petróleo e gás natural para o bloco. Uma definição sobre o assunto deve ser anunciada até sexta-feira, segundo a ministra de Relações Exteriores da Itália e nova chefe de política externa da União Europeia, Federica Mogherini.

No Reino Unido, os negócios ainda foram influenciados pelo plebliscito que acontecerá dia 18 de setembro. Uma nova pesquisa apontou aumento das intenções de voto a favor da independência da Escócia. O FTSE-100, da bolsa de Londres, fechou com valorização de 0,06%, aos 6.829,17 pontos, puxado pelas ações da Anglo American, que subiu 2,53% após o executivo-chefe da companhia, Mark Cutifani, afirmar que a empresa está aberta a eventuais ofertas de aquisição.

Em Frankfurt, o índice DAX avançou 0,30%, para 9.507,02 pontos, acompanhado do Ibex-35, de Madri, que subiu 0,08%, para 10.755,00 pontos, e do FTSE-MIB, de Milão, que teve valorização de 0,49%, aos 20.446,28 pontos. Na ponta contrária, o PSI-20, da Bolsa de Lisboa, caiu 0,37%, para 5.887,00 pontos, e o CAC-40, de Paris, recuou 0,03%, para 4.378,33 pontos.

continua após publicidade