Economia

Cargill processa ex-funcionário por roubo de informações

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Cargill processa ex-funcionário por roubo de informações
fonte: Foto: arquivo
Cargill processa ex-funcionário por roubo de informações

NOVA YORK, EUA - A gigante de commodities agrícolas Cargill entrou com um processo na justiça americana contra um ex-funcionário que teria roubado informações confidenciais antes de começar a trabalhar para a brasileira JBS, uma de suas principais concorrentes.

continua após publicidade

Segundo o documento registrado na Corte Distrital do Colorado em 21 de agosto, o canadense Jason Kuan trabalhou por 20 anos na Cargill e pediu demissão em 1º de agosto, sem aviso prévio, "em circunstâncias suspeitas".

Diante disso, a Cargill fez uma varredura no laptop de Kuan. "Os resultados foram surpreendentes, revelando que, sem qualquer justificativa de trabalho, por volta do dia 7 de julho -e antes de sua saída-, ele baixou centenas de arquivos altamente confidenciais da Cargill para um HD externo", diz o texto.

continua após publicidade

Entre os arquivos estariam planos estratégicos da empresa, plantas industriais, projeções de gastos e detalhes operacionais.

"As informações acessadas e baixadas por Kuan antes de sua saída não eram conhecidas pelos competidores da Cargill e não eram públicas", ressalta a Cargill no processo.

Segundo a empresa, o uso das informações por Kuan vão permitir a ele obter uma "vantagem ilegal e injusta" sobre a Cargill. O pedido pede a proteção judicial dos dados baixados por Kuan e que o ex-funcionário seja processado por quebrar o contrato de confidencialidade assinado por ele.

continua após publicidade

"Não deve ser permitido a Kuan manter, duplicar ou usar de qualquer maneira as informações altamente confidenciais desviadas da Cargill para o seu benefício ou de seu novo empregador", diz o texto.

Na JBS, Kuan irá liderar uma nova divisão independente Case Ready Division, relacionado ao processamento e embalagem de carne para o varejo -o mesmo tipo de posto e setor no qual o ex-funcionário trabalhou por muitos anos na Cargill.

Procurada pela reportagem, a JBS não havia se manifestado até a publicação desta reportagem.