Economia

Toyota quer cortar preços de seus carros em 30% até 2013

Da Redação ·
  Toyota que se tornar mais competitiva
fonte: Reuters
Toyota que se tornar mais competitiva

A Toyota quer cortar os preços de seus carros em 30% até 2013 como parte de uma estratégia para aumentar sua competitividade frente a rivais como a Hyundai, afirmou um executivo da companhia nesta sexta-feira.

continua após publicidade

A montadora, que até recentemente apresentava o maior crescimento mundial do setor, está sob intensa pressão para se tornar mais competitiva, enquanto Volkswagen, Hyundai e outras diminuem a diferença entre elas com rápido crescimento na China, Índia e outros mercados emergentes.

"Comparados com carros coreanos, nossos veículos são cerca de 30% mais caros globalmente", afirmou Takeshi Shirane, diretor de compras. "Então o que dissemos é: 'Precisamos trabalhar para atingir essa meta.'"

continua após publicidade

Sob essa estratégia, chamada de RR-CI, a Toyota está convocando sua equipe para trabalhar junta e chegar à melhor maneira de desenvolver e produzir 165 componentes designados, estabelecendo uma meta de redução de custo única para cada um deles. Os fornecedores também foram chamados a contribuir com ideias.

O plano, que começou no fim do ano passado, marca uma grande mudança na antiga prática da Toyota de definir equipes específicas para cada modelo de veículo para decidir o desenho ideal de seus componentes.

Anteriormente, disse Shirane, um modelo construído e vendido globalmente como o Corolla tinha um projeto que matinha o mesmo desenho dos componentes em todo o mundo. Enquanto isso era eficiente para alguns componentes, não era para outros, afirmou.

continua após publicidade

Com o RR-CI, que significa "ryohin" (qualidade) "renka" (preço baixo), e inovação de custo, a Toyota quer chegar a um desenho que, ao invés disso, faça melhor uso de materiais locais mais baratos e acessíveis, mesmo que isso signifique projetos diferentes para a mesma peça.

"Requer muito trabalho e essa meta [30%] é bastante difícil", disse o executivo. "Mas eu espero que até o final deste ano nós tenhamos chegado à melhor 'história' para cada uma das 165 peças;"

As montadoras mundiais estão todas aumentando a pressão para cortar custos dos carros em produção para aumentar suas vendas em mercados emergentes como a Índia, em que carros menores e mais baratos dominam.