Economia

Ainda é cedo para discutir fim de estímulos, diz Kuroda

Da Redação ·
 A meta do BoJ é que a inflação atinja 2% em até dois anos. - imagem ilustrativa - Google-www.cnn.com
fonte:
A meta do BoJ é que a inflação atinja 2% em até dois anos. - imagem ilustrativa - Google-www.cnn.com

Em seu depoimento parlamentar sobre a política monetária, o presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Haruhiko Kuroda, repetiu as suas observações recentes de que ainda é muito cedo para discutir o fim do programa de compra de ativos à medida que o aumento do núcleo do índice de preços ao consumidor (CPI) permanece abaixo de 1%. A meta do BoJ é que a inflação atinja 2% em até dois anos.

Além disso, Kuroda se recusou a fazer comentários específicos sobre o possível desempenho da Bolsa de Tóquio nos próximos meses, mas disse que a confiança tem melhorado e impulsionado os mercados para cima. Fonte: Market News International.

continua após publicidade