Economia

Em feira, marcas mostram interesse pelo interior

Da Redação ·
 Fantasias para atrair o candidato a franqueado (Foto: Lilian Quaino/G1)
fonte:
Fantasias para atrair o candidato a franqueado (Foto: Lilian Quaino/G1)

Entre as marcas presentes na sétima edição do Rio Franchising Business, que acontece no Riocentro, na Zona Oeste do Rio, até sábado (28), uma estratégia parece comum à maioria: investir no interior do estado e nas comunidades pacificadas do Rio de Janeiro. Marcas consolidadas como MegaMatte, Rei do Mate, Subway, Yes! Idiomas já têm franqueados em cidades do interior e as duas últimas já se instalaram em comunidades pacificadas no Rio. E nomes como Griletto, Loja das Torcidas ou Tostex, que ainda não chegaram ao Rio, procuram parceiros.

continua após publicidade

O Rio de Janeiro é o segundo maior mercado de franquias do Brasil, marcando um crescimento de 17,7% no faturamento e 17% do número de redes, em 2012, superado apenas por São Paulo. Negócios, serviços e outros varejos representam 30% do faturamento no estado do Rio, enquanto alimentação fica com 20,8%, explica o presidente da Associação Brasileira de Franchising do Rio (ABF-Rio), Beto Filho.

Com 250 expositores, um aumento de 12% em relação a ano passado, e expectativa de público de 26 mil pessoas, 10% acima do fluxo de 2012, a Rio Franchising Business deve gerar negócios de R$ 180 milhões, 18% a mais que no ano passado, diz a Presidente da Associação Brasileira de Franchising (ABF), Cristina Franco. A expectativa é gerar negócios na feira de R$ 180 milhões.

"A feira acompanha o crescimento do setor de franchising no Brasil, que já representa 2,3% do PIB brasileiro", afirma.

continua após publicidade

De 2011 para 2012, o setor de franquias no Brasil cresceu 19,4%, com 2.426 redes, que faturaram R$ 103 bilhões, o que levou o país ao terceiro lugar no ranking mundial, superado apenas pela China e pelos Estados Unidos. O Brasil também está presente no exterior, com 112 redes atuando em 53 países em todos os continentes. Para 2013, a expectativa é de um crescimento de 14% em faturamento, 10% em novas redes e 10% em novas unidades, segundo a ABF, que estima ainda para 2013 mais 11% na geração de novos postos de trabalho.

Rumo ao interior e às comunidades
Com 117 unidades no Estado do Rio, a rede Subway planeja abrir mais 33 pontos em seis meses com foco no interior – vai inaugurar restaurantes nos próximos meses em Paraty, Angra dos Reis, Casimiro de Abreu, Maricá, Barra do Piraí, Rio Bonito, Itaboraí e Piabetá. mas a empresa possui metas especificas também para a capital, que inclui a expansão da marca na Zona Norte e a chegada a algumas comunidades pacificadas como Rocinha e Complexo do Alemão ainda em 2013.

“Ainda temos muitos pontos adequados para instalação de novas franquias. A Zona Norte é um exemplo disso, já são 25 restaurantes em funcionamento e a meta é manter o ritmo de crescimento. Também temos planos para comunidades pacificadas. Rocinha e Complexo do Alemão receberão as primeiras unidades da marca nos próximos meses”, afirma Max Lemos, agente de desenvolvimento da marca na capital, acrescentando que a meta da empresa no Brasil é crescer mais 30% em 2014.

continua após publicidade

A Yes! Idiomas é outra empresa que aposta nas comunidades cariocas. Além da que já funciona na Rocinha, em outubro serão inauguradas as unidades do Vidigal e do Conjunto de Favelas do Alemão. A rede também rumou para o interior ,com cursos montados em Arraial do Cabo e Teresópolis.

"O mercado está aquecido para o setor devido a fatores como o crescimento da classe C e a realidade que mostra que apenas 3% da população brasileira fala outro idioma", diz Carlos Eduardo Pereiraa, diretor de expansão da marca.

Também o Rei do Mate, que tem no Rio de Janeiro sua maior praça de atuação, com 117 lojas no estado, investe no interior, onde já tem 32 lojas, às quais se somarão até o fim de 2013 as de Resende, Itaboraí e Belford Roxo. 

continua após publicidade

"O consumo do mate é grande no Rio pelas suas características: sol, praia e o hábito do carioca de uma alimentação saudável que combina com as bebidas não carbonatadas", afirma Antonio Carlos Nasraui, diretor comercial da empresa.

Seu principal concorrente, a Megamatte entrou na Rio Franchising oferecendo microfranquias, modelo de negócio de baixo valor de investimento e infraestrutura móvel.  E o interior do estado também está no foco: em breve serão inauguradas lojas em Búzios e Campos dos Goytacazes.

continua após publicidade

Novatas no Rio
Marcas desconhecidas dos cariocas deverão aportar em breve, como espera, por exemplo, a Tostex, do Giraffas, rede de sanduíches tostados que pretende ainda em 2013 fechar contratos para dez lanchonetes de rua e dez em shoppings centers.

"Acreditamos que Tostex tem muita ligação com o público carioca, que valoriza uma refeição rápida, leve e descontraída", afirma Andrea Mendonça, diretora da marca.

A rede Giraffas também tem planos audaciosos para o Rio: além das 42 unidades no estado, planeja contratos para cinco restaurantes em shoppings, 15 de rua, e 20 quiosques de sobremesa.

continua após publicidade

"O carioca valoriza restaurantes de rua por entender que esse é um espaço de convivência. Por isso, pretendemos apostar fortemente nesse segmento no estado", diz Ana Centrone, gerente de expansão da rede.

Franquias para exportação
A rede de bares Espetto Carioca, que participa pela primeira vez da Rio Franchising Business, tem uma fila de 200 pessoas interessadas em adquirir uma franquia, com candidatos até de fora do país, afirma um dos sócios da rede, Bruno Gorodicht.

A marca, que tem sete unidades no Rio de Janeiro, sendo quatro lojas próprias e três franqueadas, iniciou o modelo de franquia em 2012, já desperta o interesse de investidores nos Estados Unidos e Portugal, segundo Bruno.

Fonte: Lilian QuainoDo G1, no Rio