Economia

Setor de material de construção está pessimista

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Setor de material de construção está pessimista
Setor de material de construção está pessimista

A intenção de investir ao longo dos próximos 12 meses diminuiu entre empresários da indústria de materiais de construção. Em setembro, 67% manifestaram intenção de investir, patamar inferior aos 74% de agosto deste ano e aos 81% de setembro de 2012, de acordo com pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 25, pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat).

O nível atual de utilização da capacidade instalada se manteve em 83% em setembro, mesmo nível de agosto, mas abaixo dos 83% vistos no mesmo mês de 2012. A sondagem apontou também que 60% das empresas estão indiferentes em relação à suas expectativas sobre as ações do governo para o desenvolvimento do setor a médio prazo. Outras 21% das empresas estão pessimistas e 19%, otimistas.

A Abramat atribuiu a queda nas intenções de investimento à incerteza sobre a desoneração do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para o setor de materiais de construção, após cinco anos de contínua desoneração. Também há incerteza sobre a velocidade de recuperação das vendas para o segmento da infraestrutura, que estiveram fracas em 2012 e neste ano.

"As empresas estão em um momento importante de planejar seus investimentos e é um momento bom para o governo anunciar a desoneração para os próximos anos", afirmou o presidente da associação, Walter Cover, em nota.

continua após publicidade