Economia

Vendas para o Dia das Mães devem crescer 20%

Da Redação ·
Lojas abrem na sexta-feira até as 22 horas e no sábado até as 18 horas
fonte: Arquivo TN
Lojas abrem na sexta-feira até as 22 horas e no sábado até as 18 horas

A segunda melhor data para as vendas do comércio, o Dia das Mães, deve aumentar em até 20% as comercializações do setor, segundo expectativa da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Apucarana (Acia). Para melhor atender o consumidor, os comerciantes definiram junto aos sindicatos Patronal e dos Empregados a abertura das lojas na sexta-feira até as 22 horas e no sábado até as 18 horas. ”Além de dar mais tempo aos consumidores que costumam deixar para última hora, o objetivo é atender quem não tem tempo durante o horário normal do comércio”, diz Jayme Leonel, presidente da Acia.
Para dar um estímulo a mais nas vendas, a entidade está desenvolvendo junto aos lojistas a campanha cultural do Dias das Mães denominada “Cinco Mães nas Serras Gaúchas. A promoção, que foi iniciada no dia 26 de abril e vai até o próximo sábado, vai premiar as cinco melhores frases escritas por consumidores com pacotes de viagens para Gramados (RS), com direito a levar acompanhantes. Também serão distribuídas bolsas para as duzentas melhores frases selecionadas. O resultado será divulgado no dia 11 de maio, às 18h30, na sede da Acia. Ontem, a entidade deu início à pré-seleção das 30 primeiras respostas para a pergunta: “Por que a sua mãe merece ir para as Serras Gauchas?” Até sábado serão selecionadas as duzentas frases. As cinco finalistas serão escolhidas na próxima segunda-feira.
De acordo com o presidente da Acia, a campanha serve como mais um incentivo para que os consumidores prestigiem o comércio local, que é considerado o principal polo comercial do Vale do Ivaí.
Leonel lembra ainda que os consumidores podem participar escrevendo frases em cupons distribuídos em uma das 254 lojas que aderiram à campanha neste ano. “O formato da promoção teve ótima aceitação dos lojistas, resultando no aumento nas adesões de 40%. A nossa expectativa é que a participação dos consumidores também supere as as previsões”, completa.

continua após publicidade