Economia

Consumo de gás natural volta a crescer após a crise

Da Redação ·

Depois de ter amargado sucessivas quedas no ano passado, em razão da crise financeira mundial, o consumo nacional de gás natural fechou o primeiro trimestre de 2010 com expansão de 15,73% em comparação com o primeiro trimestre de 2009. O crescimento foi motivado, principalmente, pela expansão do consumo do setor industrial, o mesmo que, no ano passado, foi responsável pela redução da demanda do combustível no país.

continua após publicidade

Dados divulgados pela Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás) indicam que, em média, de janeiro a março deste ano foram consumidos diariamente 39,6 milhões de metros cúbicos (m³) de gás. Em março, apesar da queda de 4,7% em relação a fevereiro, houve uma expansão de 15,09% sobre março de 2009, também sob a influência do desempenho do setor industrial, com a ajuda do setor de cogeração (aproveitamento do calor rejeitado pelos equipamentos de geração de energia térmica com objetivo de produzir ainda mais energia, aumentando a eficiência do sistema), que cresceu 56,62%.

continua após publicidade

Os dados da Abegás indicam ainda que, de janeiro a março deste ano, o consumo industrial acumulado de gás natural aumentou 33,81% em comparação ao primeiro trimestre do ano passado. A indústria consumiu 24,7 milhões de m³ por dia, que representam 63,25% da média diária do consumo brasileiro de gás natural.

Segundo a Abegás, o consumo do comércio também aumentou: 2,5%. Em contrapartida, o consumo dos segmentos automotivo, residencial e elétrico apresentou retração de 5,17%, 3,78% e 30,54% respectivamente.