Economia

OGX, Petrobras e Vale perdem espaço no índice

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 2 de setembro (Folhapress) - A BM&FBovespa, administradora da Bolsa brasileira, divulgou hoje a nova composição do Ibovespa, seu principal índice, que está em vigor a partir de hoje até 3 de janeiro de 2014. A principal diferença ficou por conta da entrada das ações da Anhanguera e da Kroton, ambas do setor de educação. Com isso, o Ibovespa passou a ter 73 ações de 67 empresas. Outra mudança foi a menor participação das ações mais negociadas da Petrobras e da Vale, além dos papéis da OGX -petroleira de Eike Batista. O peso da ação preferencial (mais negociada e sem direito a voto) da Vale passou de 8,585% entre maio e agosto para os atuais 8,287%. Já o papel preferencial da Petrobras deixou de representar 8,009% do Ibovespa e passou a ter peso de 7,617% no índice. Enquanto isso, o percentual de representatividade das ações da OGX mudou de 5,061% para 4,259%. Ranking Mesmo com a redução no peso, as ações preferenciais da Vale seguem como as de maior representatividade no Ibovespa, seguidas pelos papéis preferenciais da Petrobras. A OGX, que antes era a ação com o terceiro maior peso no índice, foi ultrapassada pelo Itaú Unibanco, cuja participação no Ibovespa passou de 4,402% para 4,558%. Com 3,697%, o Bradesco completa o ranking das cinco ações com os maiores pesos no Ibovespa, segundo a composição do índice que vigorará até o início do ano que vem.  

continua após publicidade