Economia

Setor de confecções faz reivindicações ao prefeito

Da Redação ·
 Prefeito Beto Preto reunido com empresários no gabinete
fonte: Edson Denobi/divulgação
Prefeito Beto Preto reunido com empresários no gabinete

O prefeito de Apucarana, Beto Preto (PT), recebeu ontem várias reivindicações do setor do vestuário, em reunião ocorrida no gabinete municipal com a governança do Arranjo Produtivo Local (APL) e empresários. Entre os pedidos apresentados estão o repasse anual de recursos financeiros e o apoio em diversas ações, como a Expoboné, o “Censo do Vestuário” e o Fórum Norte Paranaense de Desenvolvimento Econômico e do Vestuário. O prefeito reafirmou o seu apoio ao setor e solicitou a criação de uma comissão, formada por membros da governança e da Prefeitura, para analisar conjuntamente os pedidos.
No entanto, Beto Preto já garantiu o atendimento de uma das solicitações, que é o repasse anual de R$ 40 mil como incentivo ao desenvolvimento de ações do setor. “Existe previsão orçamentária para isso e vamos fazer nos próximos meses, de forma escalonada, esse repasse”, assegurou durante o encontro, que contou ainda com a participação Maria Abgail Beira Fortuna, presidente do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Apucarana e Vale do Ivaí (Sivale), de Maria Leonora Batista, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário de Apucarana e Região, José Henrique Martins, consultor do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Laércio Beani da Costa, secretário Municipal de Indústria e Comércio, e Marcello Augusto Machado, secretário municipal de Gestão Pública.
A governança do APL reúne empresários e diversas entidades, como o Sivale, sindicato dos trabalhadores do setor, Sebrae, Senai, Sesi e instituições financeiras, entre outros.
O setor pretende fazer um levantamento físico e econômico do vestuário, com o objetivo de detectar problemas, definir soluções e apontar oportunidades. “Em 2005 realizamos um censo voltado para o boné e agora pretendemos envolver todo o vestuário. Queremos conhecer a fundo o setor, quantas empresas existem, empregos gerados, os diversos segmentos. A ideia é mobilizar e buscar oportunidades”, explica José Henrique Martins, consultor do escritório do Sebrae em Apucarana.
O empresário Jaime Leonel, membro da governança do APL, afirma que o encontro não teve apenas o objetivo de apresentar as reivindicações do setor. “Viemos fazer uma visita, apresentar alguns pedidos, mostrar o que o APL está fazendo, apresentar projetos como o Fórum do Vestuário e agradecer o apoio que estamos recebendo da Prefeitura de Apucarana”, destaca.

continua após publicidade