Economia

Holding de Eike resgata parte de investimento do fundo de Abu Dhabi no grupo

Da Redação ·

Por Denise Luna RIO DE JANEIRO, RJ, 10 de julho (Folhapress) - A EBX, holding do empresário Eike Batista, informou hoje ao mercado que resgatou "uma parcela significativa do investimento inicial da Mubadala", empresa de desenvolvimento e investimento estratégico do governo de Abu Dhabi. Em março do ano passado, a Mubadala fez um investimento, classificado na época como "inicial", de US$ 2 bilhões em troca de uma participação acionária de 5,63% na Centennial Asset Brasil Equity e em outras holdings offshore de Eike. A EBX não informou o quanto resgatou do investimento estrangeiro, mas afirmou que concluiu com sucesso a reestruturação dos termos e condições de um acordo fechado em abril de 2012. "EBX e Mubadala também concluíram com sucesso acordos complementares que garantiram uma maior preservação da parcela remanescente do investimento da Mubadala", disse a EBX em nota ao mercado sem dar detalhes. De acordo com a holding de Eike, as empresas "continuarão engajadas nas discussões relativas às etapas finais da reestruturação da EBX, bem como no que diz respeito ao pleno desenvolvimento dos negócios das empresas que compõem o grupo EBX". A EBX vive a sua pior crise e vem tentando reestruturar seus negócios para sobreviver. A principal empresa do grupo, OGX, anunciou que vai suspender parte da produção e com isso reduziu as encomendas de outra empresa de Eike, a OSX, especializada em estaleiros. A MMX, de mineração, também frustrou o mercado por não entregar a produção prometida e a LLX, de logística, vem tendo sucessivos problemas na construção do Porto do Açu, cujas obras continuam em andamento mas não vem conseguindo atrair empresas para seu entorno como o planejado.  

continua após publicidade