Economia

Inflação em 12 meses da Venezuela atinge 39,6% em junho

Da Redação ·
A inflação acumulada em 12 meses da Venezuela se aproximou de 40% em junho, segundo dados do banco central divulgados na terça-feira. A alta dos preços foi pressionada por um aumento nos gastos do governo no ano passado e ocorreu em meio a recente desvalorização da moeda do país em fevereiro. A taxa anual de inflação ficou em 39,6% em junho, o valor mais alto desde que o banco central introduziu a nova metodologia para o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) em 2008. Segundo um relatório mensal do banco central, o índice saltou 4,7% em junho quando comparado com o mês anterior. A leitura do mês passado apresentou uma melhora em relação alta mensal de 6,1% observada em maio, mas ainda ficou entre os maiores aumentos mensais desde 2008. A inflação do mês passado foi impulsionada por aumentos acentuados nos preços dos alimentos e uma escalada dos preços no setor de transportes e em restaurantes e hotéis, de acordo com relatório do banco central. A inflação na capital Caracas, considerada como referência por alguns economistas, ficou em 4,3% em junho. A taxa acumulada em 12 meses em Caracas chegou a 37,3% no mês passado. Fonte: Dow Jones Newswires.
continua após publicidade