Economia

BNDES tem R$ 10,4 bi em operações contratadas com EBX

Da Redação ·
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fez o primeiro pronunciamento público sobre o agravamento da crise no Grupo EBX, do empresário Eike Batista. Em nota distribuída na noite desta quarta-feira, 03, o banco informou que o valor total dos empréstimos contratados pelas empresas de Eike somam R$ 10,4 bilhões, cifra que representa uma "parcela muito pequena do patrimônio líquido de referência do BNDES". A instituição revela acompanhar os movimentos do grupo EBX, que, segundo o banco, tem "ativos sólidos e valiosos". Cada um dos contratos assinados, afirma a instituição, possui estrutura de garantias específica, incluindo fianças bancárias. No comunicado, o BNDES informou ainda confiar na capacidade dos envolvidos nas negociações com a EBX de encontrar uma solução para os atuais desafios que envolvem o futuro do grupo. O BNDES destacou que nem todos os empréstimos contratados foram liberados para as empresas de Eike Batista, que dependem do cronograma de execução dos empreendimentos. Já o total das participações acionárias no grupo X representava, aproximadamente, 0,6% do total do carteira do braço de participações do BNDES, a BNDESpar, apurada em 31 de março último.
continua após publicidade