Economia

Confiança do consumidor paulistano cai em junho, diz Fecomercio

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 1º de julho (Folhapress) - O consumidor paulistano está menos confiante de acordo com a Fecomercio-SP (Federação do Comércio de São Paulo). O ICC (Índice de Confiança do Consumidor), medido pela entidade, apontou queda de 0,6% -de 146 para 145 pontos- no mês passado ante o mês anterior.

A escala varia de 0 a 200, sendo que índices acima de cem indicam otimismo do consumidor. O indicador é composto pelo ICEA (Índice de Condições Econômicas Atuais) e pelo IEC (Índice de Expectativa do Consumidor).

Essa é a quarta queda mensal consecutiva no ICC. Segundo a Fecomercio, a queda constante na confiança tem sido causada pela alta dos preços, que prejudica a renda real do consumidor. A avaliação do índice indica que a população está percebendo as medidas de contenção da inflação e de estímulo ao consumo por meio de desonerações como sinal de um cenário mais preocupante no futuro.

Na percepção da situação atual (ICEA), a população com renda superior a dez salários mínimos se mostrou otimista, com alta de 8,5% entre maio e junho. Já entre a população com renda inferior a esse patamar a queda foi de 1,4%.

Na medição de expectativas (IEC), os consumidores de maior renda tiveram queda de 10% em sua confiança, e os consumidores de menor renda tiveram uma alta de 1,6% em sua confiança. O ICC é apurado mensalmente pela Fecomercio-SP desde 1994. O objetivo da pesquisa é identificar o sentimento dos consumidores levando em conta suas condições econômicas atuais e suas expectativas quanto à situação econômica futura.
 

continua após publicidade