Economia

Sai nova alíquota de IPI para móveis e linha branca

Da Redação ·
O governo federal divulgou segunda-feria, 01, decreto que retira parte do benefício do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para linha branca e móveis. O documento formaliza a recomposição parcial do imposto anunciada pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, na última quinta-feira, dia 27. As novas alíquotas começam a valer hoje e têm vigência até setembro. A alíquota do fogão sobe de 2% para 3%. Para tanquinho, a alíquota de 3,5% passa para 4,5%. Para refrigerador e congelador, os 7,5% passam para 8,5%. A máquina de lavar roupa, antes com taxa de 20%, já está em tarifa definitiva de 10%. Móveis em geral, que tinham alíquota de 2,5%, terão 3%. Para painéis, o valor de 2,5% passa para 3%. Laminados, com alíquota anterior de 2,5%, terão IPI de 3%. A alíquota de luminárias, antes de 7,5%, será 10%. Para papéis de parede, a taxa sobe de 10% para 15%. O Decreto nº 8.035, com os novos porcentuais, modifica a Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (Tipi) e está publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira.
continua após publicidade