Economia

FGV apura queda de 3% na confiança do comércio

Da Redação ·
O índice de Confiança do Comércio (ICOM) da Fundação Getulio Vargas registrou uma média no trimestre terminado em junho 3% inferior à de igual período de 2012. A média do indicador trimestral fechado em maio havia apurado uma retração de 3,6% frente ao igual trimestre do ano passado. De acordo com a FGV, a queda de junho foi determinada inteiramente pela melhora de expectativas em relação aos próximos meses, sugerindo ritmo ainda mais moderado de atividade no segundo trimestre, com aceleração gradual do nível de atividade econômica no terceiro trimestre. A FGV informou que o índice de Expectativas (IE-COM) recuou 2,5% no trimestre encerrado em junho, resultado mais favorável do que a retração de 4,3% verificada em maio. Na mesma base de comparação, o Índice da Situação Atual (ISA-COM) apresentou queda de 2,9% em junho, ante os 2,6% de maio. Quatro dos cinco níveis de agregação pesquisados pela FGV evoluíram favoravelmente. O indicador de varejo restrito passou de queda de 6,2% em maio para retração de 5,7% em junho. O segmento material para construção passou de recuo de 4,8% para baixa de 3,2% no mesmo período. Na mesma comparação, o índice de confiança de setor de veículos, motos e peças saiu de 4,2% para 2,4%.
continua após publicidade