Economia

Para Mantega, crescimento de 3% do PIB é "viável"

Da Redação ·

Por Renata Agostini BRASÍLIA, DF, 27 de junho (Folhapress) - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou hoje que é viável trabalhar com uma meta de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) de 3% para este ano. "O meu papel não é fazer previsões, apesar de trabalharmos com um número por conta das questões orçamentárias. Eu trabalho com uma meta a ser perseguida, que é de 3%. Uma meta viável e que seria boa para o país", afirmou durante coletiva para divulgação das novas alíquotas do IPI para linha branca e móveis. Ele destacou que a economia brasileira avançará mais este ano do que em 2012, o que indica que o Brasil está superando as dificuldades apesar do cenário internacional adverso. "Já tivemos um aumento do investimento. A agricultura está aumentando fortemente e os serviços também têm um comportamento razoável a uma taxa moderada, Os indicadores são de que este ano certamente teremos crescimento maior, enquanto outros países estão desacelerando", disse As afirmações do ministro vieram após o Banco Central reduzir sua previsão de crescimento para a economia de 3,1% para 2,7%. A estimativa foi divulgada hoje pela autoridade monetária, que também anunciou sua expectativa para a inflação. Segundo o BC, a inflação deve terminar 2013 em 6%, ou seja, acima do centro da meta (4,5%), mas abaixo do seu limite superior de tolerância (6,5%). Mantega afirmou que o importante para o governo é que as metas de inflação estabelecidas não sejam ultrapassadas. "Estaremos dentro do teto da meta por mais um ano consecutivo", disse.  

continua após publicidade