Economia

Bolsas da Ásia caem com pessimismo sobre EUA

Da Redação ·
 Expectativas negativas de resultados de empresas levantam dúvidas sobre recuperação
fonte: googleimagens.com
Expectativas negativas de resultados de empresas levantam dúvidas sobre recuperação

As principais Bolsas asiáticas fecharam em queda nesta quinta-feira (22), com perspectivas negativas apresentadas por grandes empresas dos Estados Unidos, o que levanta dúvidas sobre a força da recuperação econômica global. Os investidores também se mantêm cautelosos quanto à crise na Grécia.

continua após publicidade

O índice MSCI, que acompanha as principais Bolsas da região da Ásia/Pacífico (exceto Japão), tinha queda de 0,52%, derrubada pelo setor de matérias-primas, afetado pela queda no preço das commodities.

continua após publicidade

Os investidores estão olhando os balanços corporativos em busca de sinais de melhora na demanda do consumidor, que pode impulsionar as vendas e dar força ao rali no mercado acionário, que começou no início do ano passado.

continua após publicidade

"O mercado subiu bastante nos últimos dias e está tomando uma pausa. Os investidores também ficaram um pouco mais cautelosos antes dos balanços de grandes empresas", disse Won Jong-hyuck, analista de mercado na SK Securities, em Seul.

Projeções decepcionantes de empresas do setor de saúde nos Estados Unidos ofuscaram os bons resultados do Morgan Stanley e da Apple.

continua após publicidade

O índice Nikkei 225, da Bolsa de Tóquio, fechou em queda de 1,27%, aos 10.949 pontos, com ações de empresas de tecnologia perdendo os ganhos da véspera. Outro destaque de baixa foi a Toyota Motor, que teve seu rating reduzido pela agência de classificação de risco Moody's.

continua após publicidade

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Seul fechou com baixa de 0,46%, a 1.739 pontos, apesar dos lucros melhores que o esperado da Hynix Semiconductor e da Hyundai Motor, que apresentou um ganho quase quatro vezes maior devido a fortes vendas de China e Índia.

A Bolsa de Hong Kong fechou com desvalorização de 0,26% no índice Hang Seng, aos 21.454 pontos; a Bolsa de Xangai perdeu 1,11%; e a de Taipé (Taiwan) recuou 0,15%.

Pela região, a Bolsa de Sydney (Austrália) terminou com perda de 0,95%.

Na contramão, a Bolsa de Cingapura ganhou 0,44%, indo para 2.980 pontos.