Economia

Governo zera IOF e dólar cai

Da Redação ·
Para Mantega, a decisão indica uma possível redução de liquidez no mercado internacional
fonte: arquivo
Para Mantega, a decisão indica uma possível redução de liquidez no mercado internacional

Foi publicado no Diário Oficial da União de hoje o decreto que zera o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para os estrangeiros que aplicam em renda fixa no Brasil. A medida, anunciada ontem pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega (foto), visa estimular a entrada de recursos externos e conter a alta do dólar registrada nas últimas semanas. Um dólar estável é importante como uma das ferramentas para ajudar o governo a combater a inflação com o auxílio de produtos importados.

continua após publicidade


Segundo o ministro, a medida foi possível porque o mercado está se regularizando. “Hoje, com o mercado normalizado e o movimento do FED (Federal Reserve) de reduzir sua política expansionista, pudemos retirar esses obstáculos”, explicou, referindo-se ao anúncio do FED nesta semana de que irá diminuir a compra de ativos. Para Mantega, a decisão indica uma possível redução de liquidez no mercado internacional.


O ministro ressaltou que no passado o governo havia feito o movimento contrário, elevando o IOF de zero para 6%, porque existia uma grande liquidez no mercado internacional que ameaçava entrar no Brasil. “Essa situação atrapalharia nossas atividades e fomos obrigados a colocar vários obstáculos”, destacou.

continua após publicidade


A medida já começou a dar resultados. O dólar abriu com forte queda ante o real hoje. Pela manhã, a moeda norte-­­americana caía 1,52%, para R$ 2,0965 na venda. Na terça-feira (4), o dólar encostou em R$ 2,15 e chegou a R$ 2,1289  já devido a rumores sobre o IOF.

Fonte http://coletivo.maiscomunidade.com