Economia

Dólar reverte perda inicial ante o iene

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Dólar reverte perda inicial ante o iene
Dólar reverte perda inicial ante o iene

O mercado de câmbio opera nesta quinta-feira, 30, com poucos fatores de direção, em uma manhã de relativamente poucos negócios. A força do iene frente ao dólar vista no início da sessão se reverteu e a moeda japonesa passou a cair, mas, diante de outras dividas, o dólar continua enfraquecido.

O iene subiu durante a sessão asiática, depois de o índice Nikkei da Bolsa de Tóquio recuar, o que forçou os investidores japoneses a repatriar dinheiro para cobrir as perdas. O Nikkei fechou em baixa de mais de 5%. Também contribuíram para o fortalecimento do iene os dados que mostraram que os investidores japoneses venderam bônus estrangeiros pela segunda semana seguida.

No entanto, durante a manhã na Europa o iene perdeu força depois de uma reportagem da agência Reuters afirmar que o fundo de pensão público do Japão está avaliando uma mudança em sua estratégia de portfólio que pode permitir que seus investimentos em ações japonesas cresçam junto com a alta do mercado, segundo fontes.

continua após publicidade
confira também


De modo geral, os movimentos do Nikkei e do iene estão interligados. "O mais importante é a percepção sobre o sucesso ou o fracasso da Abenomics, comentou Derek Halpenny, analista do Bank of Tokyo-Mitsubishi UFJ em Londres, referindo-se às mudanças no mercado que ocorreram desde que Shinzo Abe assumiu o cargo de primeiro-ministro do país.

"A Abenomics provoca alta do Nikkei e queda do iene e agora estamos vendo o Nikkei recuar. É a primeira vez que as pessoas pensam sobre o que virá em seguida. Os movimentos do Nikkei estão guiando o iene, porque, na minha visão, e nas ações que as posições estão maiores", disse Halpenny.

Com exceção do iene, outras moedas flutuam dentro de faixas limitadas, já que feriados públicos em alguns países europeus, incluindo Alemanha, resultam em volume de negócios mais baixos. Além disso, alguns investidores reduziram a escala de suas apostas em razão da aproximação do fim do mês.

Às 8h42 (de Brasília), o dólar subia para 101,72 ienes, de 101,17 ienes no fim da tarde de ontem, enquanto o euro avançava para US$ 1,2952, de US$ 1,2950, e para 131,75 ienes, de 130,92 ienes. A libra caía para US$ 1,5124, de US$ 1,5128 ontem. O índice do dólar medido pelo Wall Street Journal estava em 75,131, de 75,242 ontem. As informações são da Dow Jones.