Economia

UE e FMI estudarão reformas para ajudar Grécia

Da Redação ·
 Autoridades europeias e do Fundo discutirão com governo grego novos controles de gastos
fonte: googleimagens.com
Autoridades europeias e do Fundo discutirão com governo grego novos controles de gastos

A missão de autoridades da UE (União Europeia) e do FMI (Fundo Monetário Internacional) à Grécia vai discutir a possibilidade de adoção de novas medidas para controle de gastos por parte do governo grego, disse nesta segunda-feira o presidente do Eurogroupo (fórum que reúne ministros das áreas econômicas e financeiras dos países que usam a moeda comum), Jean-Claude Juncker.

continua após publicidade

Juncker disse ao site grego Euro2day que a Comissão Europeia (o órgão executivo da UE), o BCE (Banco Central Europeu, a autoridade monetária da zona do euro) e o FMI vão negociar um acordo com a Grécia durante reuniões sobre um programa econômico nesta semana. Segundo analistas, dessa reunião pode resultar um pedido para ativar um plano de resgate internacional.

continua após publicidade

Juncker disse que se a Grécia pedir ajuda, os países da zona do euro assumiriam a responsabilidade e que haverá dinheiro europeu quando for necessário.

A Grécia tem uma dívida de mais de R$ 700 bilhões (300 bilhões de euros), com um endividamento público que alcançou em 2009 o total de 12,7% do PIB (Produto Interno Bruto) --muito acima dos 3% tolerados pela União Europeia.