Economia

Impressão em 3D reduz custos de empresas e permite personalização, diz especialista

Da Redação ·





Por Mariana Sallowicz

RIO DE JANEIRO, RJ, 25 de maio (Folhapress) - Com o desenvolvimento da técnica de impressão em 3D, as empresas poderão reduzir custos e fazer produtos cada vez mais personalizados para os clientes, afirma o americano Andre Sharon, diretor do centro europeu de inovação industrial Fraunhofer e professor de engenharia da Universidade de Boston.

A fabricação de objetos é a feita partir de modelos em computadores, sem que se tenha a necessidade de ferramentas específicas. "A mão de obra também é reduzida, já que o trabalho é feito pela máquina", explica Sharon, que apresentou o tema em evento da Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio) na última quinta-feira.

Os objetos são desenhados camada por camada. O método pode ser utilizado na produção de implantes dentários, por exemplo. O especialista cita uma empresa na Holanda faz implantes com a impressão em 3D. "O procedimento ainda não está em ampla utilização, ainda está sendo implementado, mas vem crescendo", diz.

De acordo com Sharon, a personalização pode ser feita a um custo razoável. "Será possível, por exemplo, comprar implantes dentários feitos especificamente para a boca do cliente", afirma.

No Brasil, as impressoras 3D já podem ser encontrados por cerca de R$ 3.500. No entanto, os modelos domésticos fazem peças com menor funcionalidade. "São mais indicados para decoração, por exemplo", diz.

De acordo com o especialista, a ideia é permitir que os clientes possam até projetar os seus próprios produtos e enviar os modelos digitais pela internet para os fabricantes.

Se o consumidor tiver a impressora e o modelo em seu computador, poderá fazê-lo até mesmo sem custos, apenas com gastos com material.

Escala

O método não é recomendado para produções em larga escala, apenas pequenos volumes. Um dos principais motivos é o longo tempo do procedimento.

"O iPhone, por exemplo, não pode ser fabricado por meio desse método porque o volume é grande e demora muito tempo para que se faça cada unidade. Cada parte da peça demora muito para ser feita porque a fabricação é feita camada por camada."

Outro empecilho da fabricação em 3D é o acabamento. "É necessário fazer um trabalho de finalização em muitos casos."
 

continua após publicidade