Economia

Companhia lança ferramenta que monitora corrida de táxi de funcionários

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 25 de maio (Folhapress) - A Mobinov, responsável pelo aplicativo de chamar táxis pelo celular Taxijá, lançou uma ferramenta para corridas corporativas que visa substituir o boleto das empresas. Nela, funcionários de uma companhia podem solicitar corridas e especificar que o pagamento ficará a cargo da empresas em que trabalham. De acordo com o presidente-executivo da Mobinov, Arthur Pelanda, 32, o objetivo é dar às companhias maior controle sobre os gastos com táxi. "Atualmente, o acompanhamento feito por boleto de papel é praticamente nulo", argumenta. As empresas que participaram do programa piloto da ferramenta, chamada de Taxijá Corp, viram uma redução de 45% das despesas com táxi. "Isso acontece só porque a empresa tem mais dados sobre a corrida e evita abusos dos funcionários" diz Pelanda, que espera que uma redução média entre 30 e 35% nas empresas que aderirem a sua nova ferramenta. Ao solicitar o táxi corporativo, o usuário precisa digitar uma senha de cadastro da empresa. O aplicativo calcula um valor estimado do percurso e recolhe, do celular do usuário, dados de duração e quilometragem da corrida, além das localizações do início e do final da trajetória. Depois, o usuário informa a quantia registrada no taxímetro. "Isso evita o uso com má fé. Assim, pessoas não tomam táxi para fins pessoais e deixam de pedir reembolsos maiores que o necessário", explica o presidente-executivo. Os gestores da empresa têm acesso a uma ferramenta da web que dispõe de todos os dados da corrida de cada funcionário. É possível monitorar despesas individuais, colocar limites de uso para cada pessoa e organizar reembolsos. Pelanda, considera a possibilidade de acrescentar, no futuro, alarmes que notificam o gestor de uso suspeito da ferramenta -por exemplo, um aviso que dispara quando o mesmo usuário informar, recorrentes vezes, valores de taxímetro muito superiores às quantias estimadas. "O Taxijá Corp já recolhe todos os dados para fazer essa comparação, só seria necessário acrescentar o alarme", explica. Até agora, a ferramenta só foi testada por algumas empresas de pequeno e médio porte, inclusive a Scala IT Solutions, empresa que criou a Mobinov e que está há mais de 20 anos no setor de tecnologia. O próximo passo é sondar grandes empresas -várias das quais são clientes da Scala.  

continua após publicidade