Economia

Taxa de juros ao consumidor tem leve queda em abril, mostra BC

Da Redação ·

Por Mariana Schreiber BRASÍLIA, DF, 24 de maio (Folhapress) - A taxa de juros média cobrada dos consumidores voltou a cair em abril, mas em ritmo mais lento do que em março. Segundo divulgou nesta sexta-feira (24) o Banco Central, os juros recuaram apenas 0,1 ponto percentual, para 24,3% ao ano no mês passado. Há um ano, a taxa média anual era de 29,3%. A pequena queda em abril refletiu recuos nas taxas cobradas no cheque especial e no crédito pessoal. Já os créditos imobiliário e rural ficaram um pouco mais caros. No caso do cheque especial, os juros médios de mercado ficaram em 136,8% ao ano em abril. Já no caso do crédito para empresas, as taxas médias permaneceram estáveis pelo quarto mês seguido em 14% ao ano. O spread -que é a diferença entre o custo de captação dos bancos e quanto ele cobra de juros dos seus clientes- também permaneceu inalterado no mês passado, após dois meses de queda. Por causa da inflação elevada, o BC iniciou no mês passado um novo ciclo de alta na taxa básica de juros -- a Selic--, que influencia o custo do crédito em todo o país. A expectativa é que o BC volte elevar a Selic na próxima semana. Empréstimos Os empréstimos cresceram em abril em ritmo mais lento do que em março. O estoque de operações de crédito aumentou 1,1% em relação ao mês anterior, totalizando R$ 2,453 trilhões. Em 12 meses, a alta acumulada é de 16,4%.  

continua após publicidade